A importância da diversidade e inclusão nas escolas de programação

 


Um dos maiores feitos do século XXI é a globalização simples e acessível da internet,  proporcionando a cada vez mais pessoas diariamente acesso à tecnologia que necessitam, permitindo a inclusão de várias culturas no nosso dia a dia, obtendo informação de forma fácil, simples e informativa sobre os países que sempre sonhamos visitar um dia.


Paralelamente, entre o século XX e o século XXI, as mulheres começaram a ganhar mais direitos (e deveres!) equiparados aos homens, como o direito de voto, o direito de trabalho, de forma a deixar os gêneros mais uniformes e imparciais, com o intuito de oferecer a igualdade que as pessoas merecem.


No entanto, a pergunta que fazemos a si é a seguinte:


A diversidade e a inclusão são importantes nas escolas de programação?


A resposta é sim, a diversidade e a inclusão são fundamentais não apenas para a sociedade em geral, mas também para as escolas de programação, tecnologia e robótica.

A inclusão de vozes e perspectivas diferentes das habituais trazem benefícios significativos para este setor que necessita de um crescimento inovador e constante. Além disso, a inclusão é um componente essencial para certificar de que as oportunidades de acesso à educação e emprego são idênticas e acessíveis da mesma forma, para todos.


A diversidade também ajuda a promover a criatividade e inovação, incentivando a criação de ideias incomuns e descobrir soluções inovadoras para problemas complexos, assim como a formação de profissionais da tecnologia mais éticos e responsáveis, promovendo o respeito e a compreensão de perspectivas fora do usual e culturas diferentes, levando a um desenvolvimento mais consciente e ético das tecnologias e sistemas.
Para garantir um ambiente inclusivo, é importante a implementação de políticas claras de tolerância zero para qualquer forma de assédio ou discriminação.


Por fim, disponibilizar uma variedade de recursos e apoios para estudantes de grupos sub-representados, como raparigas, minorias étnicas ou pessoas com deficiência, de forma a criar um futuro justo e produzir profissionais de tecnologia de excelência, que irão servir como modelos para os outros grupos sub-representados se aperceberem de que a sociedade quer aceitar pessoas de qualquer cultura e género.


Na SHARKCODERS desenvolvemos parcerias com empresas para ajudar crianças em Africa a ter educação, principalmente sobre a programação, de forma a proporcionar um futuro brilhante e garantir o sucesso das mesmas, assim como iniciativas de trazer meninas para a tecnologia, de forma a incentivar o ensinamento das tecnologias às raparigas num ambiente seguro - projeto em parceria com a Microsoft.


Mais informações em SHARKCODERS



Comentários

Mensagens populares deste blogue

Portugal Prestige Awards 2022/23 | SHARKCODERS conquista prémio de "Melhor Escola de Programação do Ano"

SHARKCODERS co-representante em Portugal do evento WAICY (Maior competição do mundo de Inteligência Artificial para jovens)

O impacto da inteligência artificial na programação e na automação de tarefas